• w-tbird
  • w-facebook

Oroboro

2013

Oroboro é uma abordagem artística de aspectos da existência humana, como presença e ausência. A palavra que dá nome à obra tem origem grega e é simbolizada por uma serpente que morde a própria cauda.

De forma semelhante, a peça de Alex Soares e Paula Zonzini trata de algo cíclico, sem começo e sem fim, como a vida – que cria aproximações entre duas etapas distanciadas no tempo, a infância e a velhice.

- Vencedora do Prêmio APCA 2018 de melhor espetáculo de dança - não estréia - 

Oroboro 2013 

Coup de grâce 2012

Direção Alex Soares e Paula Zonzini
Coreografia  Alex Soares

Preparadora de elenco Paula Zonzini

Elenco estréia
André Liberato
Antonio Marques
Icaro Freire
Irupé Sarmiento
Luiz Oliveira
Natacha Takahashi
Paula Sousa
Trilha Sonora  Célio Barros
Violoncelo Patrícia Ribeiro
Cenário  Múltiplo
Desenho de Luz  Rossana Boccia
Operação de Som  Alexandre Zullu
Figurinos Cassiano Grandi

 

 

Duração  55 minutos sem intervalo

 

Estreou em  28 de junho de 2013, Sala Olido - São Paulo

 

Realização

 XIII Edital de Fomento a Dança - Prefeitura de São Paulo e Projeto Mov_oLA

 

Fotos

Veja também

estudos em Chrom.Aqui 2011 

10443708_719552994753167_457550778_n.jpg